8.20.2008

Beijing 2008


Decidi que eu não vou ficar falando um monte aqui sobre o desempenho do Brasil, porque o blog Bronze Brasil 2008 dá conta desse recado divinamente bem.

Mas #confesso que muitas coisas na competição me emocionam a ponto de chorar. Por exemplo toda vez que eu assisto à alguma entrega de medalha. Não importa de quem. Pá! Aperto na garganta. Quando alguém executa muito bem um exercício, tipo aquela mini-chinesa na final por equipamento na Barras Assimétricas da ginástica artística ou assistindo as provas de atletismo. Sabe esse esportes individuais onde vc vê que houve dedicação, rolou uma superação na hora. Essas coisas qu envolvem habilidade, resistência, etc etc.

Mas nada me faz chorar como a festa de abertura. Até tuitei que chorei lendo as reportagens! Adoro essas farofadas cerimoniais. Para você ter uma noção como me emociono por motivo algum em cerimônias, chorei na colação de grau da faculdade!(rs.)

Bom, mas espírito olímpico à parte, estava aqui com a tv ligada e o Sportv2 estava transmitindo a prova feminina de Marcha Olímpica. Foram dois minutos olhando para a tela para, ao invés de me emocionar, pensar WHAT THE F***! Qual é o propósito???
Na hora acabei lembrando do post do Denis sobre esportes olímpicos que não entendemos e a marcha está na minha lista junto com o tênis.

É isso mesmo que você leu. Eu juro que eu não entendo tênis, suas regras, forma de pontuação. Sou capaz de assistir uma partida inteira sem saber quem ta ganhando ou ao menos conseguir ler o placar! #prontofalei. Mas hoje em dia acompanho os campeonatos porque acho o Nadal L-I-N-D-O! #prontofaleidenovo. Pena que o único problema dele seja um tique bizarro que ele tem antes de fazer um saque que o Luiz Menino detalha melhor nest post aqui.

Bom, de choradeira na frente da tv à cueca do Rafael Nadal, digo: que venham os Jogos de Inverno porque eu adoro ver a patinação no gelo!

A foto eu achei no grupo do Flickr Olympics 2008 Beijing - Great Moments Captured! e foi tirada por Freddy-Olympics durante apresentação da final individual por aparelho da ginasta Vanessa Ferrari, da Itália.

Em tempo, o Pandão estava fazendo a campanha do #postdado lá no DT, e ontem eu sugeri que ele escrevesse sobre a versão verídica do desaparecimento da vara de salto a Fabiana Murer. O resultado você pode ler aqui.

3 comments:

André Sobreiro said...

Ok, confissão! AMO aquelas cerimônias de abertura, encerramento, tudo isso! arrepiei horrores com aqueles caras no globo, os 2008 tambores!!! e o acender da tocha! Até as falsas pegadas...

Quanto ao Nadal: ah, lindo como é, pode desatolar o q quiser!!!!!

Fernando Cury "o Pandão" said...

verídico não sei... mas minhas fontes são fortes!!! heheh

bjinhos procê!

Marleide Rocha said...

Sy, querida.

Você já reparou no tamanho da bunda do Nadal e quão justas são suas bermudas? Não há cueca que pare no lugar.